terça-feira, 17 de abril de 2012

uma novela cheia de charme


ao que parece, vamos rir muito com a novela “Cheias de Charme”. Afinal, sempre rimos daquilo que considerados “brega”, e a nova trama das 19h da TV Globo é toda centrada naquilo que consideramos “brega”, de "mau gosto".

logo na abertura, assistimos a uma animação embalada por “Ex Mai Love”, canção que está no primeiro CD solo da paraense Gaby Amarantos, hoje a principal representante do tecnobrega, o gênero musical que arrasta multidões pelas periferias de Belém.

inspirada no visual da Gaby e da Joelma, da Banda Calypso, a malvada e egocêntrica Chayene, interpretada com exagero proposital por Claudia Abreu, é a rainha do tecno-forró. E para agradar aos "sertanejos universitários", há Fabian (Ricardo Tozzi), o cantor com pinta de galã de churrascaria.

o horário das 19, na Globo, é reservado às comédias leves e descompromissadas. E como sempre acontece, mais uma vez o brega é abordado em tom de pilheria, de escracho.

lembra da série “Os Normais”? Lembra do tema de abertura de “Os Normais”? Era a canção “Você é Doida Demais”, do Lindomar Castilho. E como “Os Normais” era uma série cômica, todo mundo achava divertido ter uma canção brega na abertura.  

mas mesmo sendo tratado assim, na base da gozação, acho bem bacana que o brega apareça como “protagonista” de uma novela global. Ao menos serve para afrontar a turma do “bom gosto” – esse pessoal aí que respeita chatices como Marisa Monte e Maria Gadú e torce seu nariz empinado para Gaby Amarantos.

o Brasil da ultrapassada MPB já era. É hora de cantar: “Ex mai love, ex mai love, se botar teu amor na vitrine, ele nem vai valer 1,99”.

viva o brega!
 

2 comentários:

  1. Acho Gadu, Gabi e Monte lixos diferentes, mas equivalentes. Detesto-as.

    ResponderExcluir
  2. Vi o primeiro capítulo e gostei. Acho que vai ser divertida. O Brasil realmente está mudando.

    ResponderExcluir